Início » Portal Blue Farm » Governo negocia aumento da compra de fertilizantes de países árabes

Governo negocia aumento da compra de fertilizantes de países árabes

Com o receio de escassez de fertilizantes, a ministra da Agricultura, Tereza Cristina, iniciou ofensiva sobre países árabes para aumentar a oferta do produto ao Brasil.

Hoje, países como Marrocos, Catar, Egito, Omã e Argélia são responsáveis por 26% dos fertilizantes importados pelo Brasil. A ideia é aumentar o percentual para tentar compensar a diminuição na compra da Rússia e de Belarus.

Nesta quinta-feira (10). a ministra se reuniu com dez embaixadores dos países árabes e salientou, segundo relatos feitos à CNN, que irá dialogar com o segmento agropecuário para elevar a compra do produto das nações árabes.

A ideia, discutida pelo governo federal, é de que, em troca do aumento da compra de fertilizantes, o Brasil eleve o percentual de exportação de produtos agrícolas aos países árabes.

Segundo assessores do Ministério da Agricultura, a expectativa do governo brasileiro é de aumentar para 30% ou 35% a importação de fertilizantes dos países árabes, sobretudo de nitrogênio e fósforo.

O Brasil importa mais de 85% dos fertilizantes utilizados na atividade agrícola. A dependência de fertilizantes como potássio é ainda maior, de 96%. Rússia e Belarus são importantes exportadores para o país.

Para tentar compensar essa categoria de fertilizantes, a ministra viajará no final de semana ao Canadá, maior produtor mundial de potássio, na tentativa de aumentar o percentual de compra.

Nesta sexta-feira (11), o governo federal irá lançar o Plano Nacional de Fertilizantes. A proposta prevê a redução em até 25% da dependência externa em um prazo de 30 anos.

Fonte CNN