Início » Portal Blue Farm » Cotações agrícolas: entenda o que é e como os valores do setor são definidos

Cotações agrícolas: entenda o que é e como os valores do setor são definidos

Cotações agrícolas: entenda o que é e como os valores do setor são definidos

As cotações agrícolas são as responsáveis pela definição dos preços dos alimentos no Brasil, dessa forma, é importante entender como ela funciona e como os pormenores desse assunto reverberam na economia.

Os índices de cotação agrícola influenciam em todas as esferas econômicas, portanto, não apenas os empresários da área devem estar atentos, uma vez que, o valor das cotações apresenta impacto direto no custo de vida das famílias. Diante dessas informações, é possível entender um pouco melhor a importância que esse tema possui tanto para a população, quanto para o país, assim, entenda melhor sobre esse contexto a seguir e se aprofunde nos conceitos que ele traz. Para fazer isso, leia o artigo até o final.

MAS, AFINAL, O QUE É COTAÇÃO AGRÍCOLA? 
As cotações agrícolas são um tipo específico de cotação. E, cotação, em sua semântica, é o ato ou efeito de cotar, de estabelecer preço ou valor de algo, em outras palavras, são os valores da produção agrícola definidos pelo mercado. Neste caso, elas fazem referência à agricultura e à pecuária, seja para o mercado interno e/ou externo.

COMO AS COTAÇÕES AGRÍCOLAS SÃO DEFINIDAS? 

Existem diversas regras a serem seguidas para estabelecer a precificação dos insumos agrícolas. Um dos órgãos responsáveis pelos índices das cotações agrícolas é o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada da USP (Cepea). O local faz parte da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz, a Esalq-USP.

Dentro da instituição são elaborados mensalmente quatro índices sobre o desempenho agrícola brasileiro: o Índice Preços FOB em dólar (IPE), o Índice de Voluma (IVE), o Índice do Câmbio Efetivo do Agronegócio (IC) e o Índice e Atratividade das Exportações (IAT) ou de Preços em Reais.

Assim, o Cepea é indispensável para quem trabalha com o agronegócio, pois tal dinâmica resulta nos dados do mercado agropecuário brasileiro. A divulgação dos dados das cotações agrícolas é imprescindível para manter a transparência para todos aqueles que desejam entender mais sobre os produtos.

COMMODITIES AGRÍCOLAS E COTAÇÕES AGRÍCOLAS 

A palavra commodities vem do inglês representando “mercadorias”, sendo designada para mercadorias brutas ou primárias. Um exemplo de commodity são as agrícolas como soja, café, milho, trigo, entre outras.

Tais itens negociados no mercado nacional e internacional são utilizados como moeda de troca na Bolsa de Valores. As cotações são calculadas por tonelada, quilo ou por saca e são influenciadas por alguns fatores como o clima, o tempo de colheita de safras, a previsão de produção, os estoques e movimentações especulativas.

A soja é considerada hoje uma das principais commodities agrícolas, podendo ser negociada na Bolsa de Valores sob a modalidade de contratos de mercado futuro. Assim, há um comprometimento com um contrato medido em sacas e a negociação depende do valor atual do dólar e o preço por saca. A cotação da soja em tempo real pode ser acompanhada pela internet, estando hoje com o valor da saca em cerca de  R $183,68.

Fonte: Agrofy